Um ataque por e-mail pode causar perdas de 168 mil milhões

Os autores do estudo apontam o retalho, a saúde, os bancos e a indústria transformadora como os setores mais expostos a uma eventual campanha maliciosa que seja veiculada pelo e-mail.

>ciberataque, e-mail, ataque

E se uma campanha de ciberataques se disseminar pelas contas de e-mail dos diferentes países do mundo? O potencial de disrupção está ainda por apurar em grande parte, exceto nos custos produzidos pelos danos. De acordo com um estudo levado a cabo pelo banco Lloyd’s of London e a seguradora Aon, um ciberataque de escala global, que tenha como alvos as contas de e-mail, poderá produzir danos com custos entre 85 mil milhões de dólares (cerca de 74 mil milhões de euros) e 193 mil milhões de dólares (cerca de 168 mil milhões de euros).

O relatório estima ainda que as seguradoras que fossem chamadas a cobrir os estragos poderia ter de gastar entre 10 mil milhões (mais de oito mil milhões de euros) e 27 mil milhões de dólares (cerca de 23,6 mil milhões de euros).

Os autores do estudo apontam o retalho, a saúde, os bancos e a indústria transformadora como os setores mais expostos a uma eventual campanha maliciosa que seja veiculada pelo e-mail.

A discrepância entre os custos previstos para os danos e os valores a pagar pelas seguradoras é revelador de que apenas uma parcela minoritária dos bens, recursos e serviços conectados à Net estarão atualmente pelos seguros, refere a Reuters.

Formação Relacionada

ciberataque, e-mail, ataque

(2019) Um ataque por e-mail pode causar perdas de 168 mil milhões. Recuperado a 6 de Fevereiro de 2019, de http://exameinformatica.sapo.pt/noticias/mercados/2019-01-29-Um-ataque-por-e-mail-pode-causar-perdas-de-168-mil-milhoes