Hacking Sistemas Entretenimento de AviãoBy Exame Informática em 21 Dezembro 2016
atacar sistemas de entretenimento de um avião, haker, hacking, segurança

O sistema de entretenimento Panasonic Aero usado por várias companhias aéraas apresenta vulnerabilidades que podem ser usadas por hackers para apagar as luzes ou difundir mensagens falsas.

Ruben Santamarta, investigador da IOActive, diz que o sistema Aero é usado por Virgin, Emirates, AirFrance, American Airlines, KLM e muitas outras. Há falhas que permitem a hackers apagar as luzes a bordo, mudar as medições de altitude, apresentar mapas falsos, difundir mensagens de voz e ainda roubar dados pessoais e de crédito dos passageiros.

Este investigador começou a analisar os sistemas de entretenimento a bordo acidentalmente. «Acabei por ter todos os componentes no meu computador, para emular o sistema completo», diz Santamarta, citado pela BBC. Nesta fase, o especialista diz que não é possível atacar os sistemas de voo através destas vulnerabilidades, mas deixa no ar a possibilidade de algumas companhias terem misturado os dois sistemas, abrindo esta “porta”.

A Panasonic não comentou esta descoberta e sabe-se que Santamarta já fez chegar as suas conclusões às entidades reguladoras.

 

(2016). Investigadores mostram que é possível atacar sistemas de entretenimento de um avião. Exame Informática. Recuperado a 10 Janeiro 2017, de http://exameinformatica.sapo.pt/noticias/mercados/2016-12-21-Investigadores-mostram-que-e-possivel-atacar-sistemas-de-entretenimento-de-um-aviao

atacar sistemas de entretenimento de um avião, haker, hacking, segurança