História real de uma tentativa de burla com a plataforma MB WAY

Desenvolvida para simplificar a vida dos utilizadores, a plataforma MB WAY permite a realização de compras e transferências bancárias imediatas com total comodidade e segurança, já que o utilizador pode fazê-lo através do seu telemóvel, a qualquer hora do dia e onde quer que esteja, sem que tenha de partilhar os seus dados bancários.
burla com a plataforma MB WAY, burla por SMS

No entanto, há quem se queira aproveitar destas novas “tecnologias” e, em Portugal, há relatos de que o MB WAY está a ser usado para roubar dinheiro. Conheça o esquema usado pelos mafiosos e saiba o que fazer pela sua segurança.

Este artigo serve essencialmente para alertar os cibernautas dos perigos que se escondem em cada esquema ardilosamente montado para apanhar os incautos.

O que descrevemos a seguir é um caso real de um esquema que está ativo em Portugal e que pretende criar dano roubando as pessoas, através da engenharia social e a pertinente inexperiência dos utilizadores neste tipo de situações.

 

Burla com recurso à plataforma MB WAY

José, nome fictício do nosso visitante e protagonista do sucedido, colocou um produto à venda no OLX por algumas centenas de euros. Poucas horas depois da publicação do anúncio já estava a ser alvo de uma tentativa de burla por SMS.

O diálogo começou com a troca normal de mensagens, questões sobre o produto e assuntos relacionados. Contudo, José conta que, ao contrário do habitual, o “comprador” não demonstrou pressa em receber o produto anunciado – só mais tarde se encarregaria de o mandar levantar e transportar até Sines (onde diz morar). O que realmente demonstrou foi uma “estranha” pressa em pagar! A sua grande preocupação era pagar… situação sui generis neste tipo de transações “fora da vista”.

O pretenso comprador, depois de sondar o vendedor, o José, propunha-se a pagar utilizando o sistema MB WAY. Para isso pediu ao José que lhe enviasse os (seus) códigos do cartão! José rejeitou e insistiu que o pagamento fosse feito por transferência bancária.

Após fornecer-lhe o IBAN, o burlão diz-lhe que já realizou a transferência mas que, para que a mesma se efectivasse, José teria de ir ao Multibanco, inserir o cartão, e selecionar a opção MB WAY/MB NET e introduzir os dados que se apressou a fornecer.

E que códigos eram esses? O seu nº telemóvel e um código que o próprio burlão indicou. Isto é, nem mais nem menos: usando o cartão de débito do José, queria ludibriar o mesmo a associar o telemóvel do burlão, com o código por ele escolhido!

Para não ter de esperar muito, o burlão informou que José tinha 30 minutos para ir ao Multibanco.

 

Armadilha armada… agora restava esperar pela presa!

Se José caísse na armadilha, o burlão teria a capacidade de tirar dinheiro da sua conta, dentro dos limites de segurança impostos pela entidade gestora (SIBS). Após desconfiar do que estava a acontecer, José tentou saber mais deste larápio… foram, segundo José, 64 mensagens trocadas e alguns dados recolhidos que serão enviados às autoridades competentes.

Fiquem atentos, partilhem a informação para aumentar o conhecimento de como (tão simplesmente) funcionam estas burlas. Obviamente que não devem fornecer qualquer tipo de dados a “estranhos”. Se já o fez, é melhor verificar os seus movimentos e informar a polícia.

Formação Relacionada

burla com a plataforma MB WAY, burla por SMS

Pinto, Pedro (2018). História real de uma tentativa de burla com a plataforma MB WAY. Recuperado a 1 de Agosto 2018, de https://pplware.sapo.pt/informacao/historia-real-de-uma-tentativa-de-burla-com-a-plataforma-mb-way/