Combate ao terrorismo online
terrorismo online, incidentes de cibersegurança, incidentes de segurança IT, ransomware, segurança da informação

A Google e o YouTube anunciaram que estão a implementar quatro novas formas de combater o terrorismo e o conteúdo extremista online.

O terrorismo é um ataque às sociedades abertas, e abordar a ameaça representada pela violência e o ódio é um desafio crítico para todos. O Google e o YouTube estão empenhados em fazer parte da solução estando a trabalhar com governos, agentes de autoridade e grupos da sociedade civil para enfrentar o problema do extremismo violento online.

Estas são as quatro novas formas reveladas pela Google e pelo YouTube:

  • Maior número de recursos para ajudar a identificar, mais rapidamente, os vídeos extremistas e relacionados com terrorismo;
  • Aumento do numero de especialistas independentes no programa YouTube Trusted Flagger, o que irá permitir beneficiar do know how de organizações especializadas na identificação de questões relacionadas com discursos de ódio e terrorismo;
  • Atitude mais rígida relativa aos vídeos que violam as suas políticas – serão previamente alvo de avisos intersticial e não serão monetizados nem recomendados ou elegíveis para comentários e partilhas de utilizadores.
  • O YouTube vai expandir o seu papel no que diz respeito aos esforços no combate à radicalização e ao recrutamento com base no programa Creators for Change.

Formação Relacionada

terrorismo online, incidentes de cibersegurança, incidentes de segurança IT, ransomware, segurança da informação

(2017). Combate ao terrorismo online. Recuperado a 2 de Agosto 2017, de http://portal.i9magazine.pt/combate-ao-terrorismo-online/