Combate ao cibercrime ganha terreno. FBI prende ‘hacker’ de grupo que já faturou milhões de dólares

As autoridades norte-americanas prenderam recentemente um suposto membro do grupo muito ativo de hackers conhecido como ‘Fin7’, cujas vítimas incluem a cadeia Chipotle e outros restaurantes de ‘fast-food’, casinos e instituições de crédito, avançam as agências internacionais.

cibercrime, hacker

As notícias dão conta de uma assinalável vitória do FBI contra uma das equipas de hackers mais sofisticadas e bem-sucedidas do mundo, motivadas essencialmente por dinheiro. Com os seus esquemas fraudulentos, o ‘Fin7’ já terá arrecadado cerca de mil milhões de dólares, tendo mesmo tido necessidade de criar empresas falsas para dar às suas operações um ar de legitimidade.

As autoridades prenderam o ucraniano Denys Iarmak, depois de ter sido extraditado da Tailândia, onde atuava ilicitamente sob o ‘nick name’ de GakTus. Sobre a forma como foi possível identificar e prender o hacker ucraniano, da acusação consta que “tal como outros membros do grupo, Iarmak forneceu o seu nome verdadeiro para receber o pagamento pelo seu trabalho em prol do grupo”.

A forma de atuar do ‘Fin7’ passa essencialmente por enviar e-mails de phishing para os mais variados destinos, numa operação que visa instalar ‘malware’, o qual, concede ao grupo acesso aos sistemas das vítimas.

As informações dos cartões de crédito roubadas pelo ‘Fin7’ acabam por ser vendidas em mercados negros paralelos, como o ‘Joker’s Stash’.

Segundo o FBI, esta organização é altamente profissionalizada, com os seus próprios administradores a lidar com a infraestrutura de TI para tornar os ataques mais eficientes, usando o ‘Hipchat”para entrevistar potenciais colaboradores ou o JIRA para rastrear e sinalizar problemas entre si.

Em agosto de 2018, o Departamento de Justiça dos EUA anunciou a prisão de três cidadãos ucranianos também com ligações ao grupo ‘Fin7’. O ano passado, um deles, Fedir Hladyr, declarou-se culpado das acusações relacionadas com o seu papel de administrador de TI no grupo.

 

Formação Relacionada

cibercrime, hacker

Bexiga, Sónia (2020) Combate ao cibercrime ganha terreno. FBI prende ‘hacker’ de grupo que já faturou milhões de dólares. Recuperado a 1 de Junho de 2020 em https://executivedigest.sapo.pt/combate-ao-cibercrime-ganha-terreno-fbi-prende-hacker-de-grupo-que-ja-faturou-milhoes-de-dolares/