Capa de silicone de 3 euros para smartphone pode colocar a sua segurança em risco

A Comissão Europeia iniciou esta quinta-feira um processo de infração contra Portugal devido à aplicação incorreta de algumas disposições relativas à legislação comunitária sobre ataques contra os sistemas de informação.

Esta é a história de Lisa Neilson. O seu único objetivo era manter o frágil ecrã do seu novo Galaxy S10 em segurança. Segundo a Samsung, ela descobriu uma grave vulnerabilidade.

segurança em risco

Como é possível contornar segurança da impressão digital no S10?

Lisa Neilson, uma inglesa de 34 anos, comprou uma capa de gel para proteger o seu novo S10, oferecido pelo marido. A mulher procurou uma capa online, algo que já era usual fazer. Conforme relatou, comprou no eBay uma capa que lhe custou £2,70, cerca de 3 euros.

O que ela não imaginava é que esta decisão inocente derivaria num risco para a sua segurança.

Capa de silicone esconde vulnerabilidade no topo de gama da Samsung

Segundo o The Sun, depois de colocar uma proteção no ecrã do seu Galaxy S10, qualquer impressão digital usada poderia servir para ter acesso a tudo dentro do telefone. Com aquele conjunto, S10 e capa de silicone, qualquer pessoa entrava no sistema. Na verdade, estava à distância do dedo qualquer serviço e tudo de forma “aberta” sem qualquer impedimento. Poderia mesmo transferir dinheiro para onde entendesse.

A fim de proteger a informação, a mulher registou dois dedos (polegares) para ter acesso ao Android. Posteriormente, descobriu que o marido, sem ter qualquer acesso à impressão digital ou qualquer outro acesso seguro, entrava sem qualquer impedimento.

Tendo em conta que só depois de equipar o dispositivo com a capa é que tal começou a acontecer, decidiu entrar em contacto com o suporte técnico da Samsung. Após investigar o problema, a empresa determinou que poderia ser uma vulnerabilidade no sistema.

O homem do serviço de atendimento ao cliente assumiu o controlo do telefone remotamente e entrou em todas as configurações e finalmente admitiu que parecia uma violação de segurança.

Referiu Lisa Neilson.

Estamos a investigar isso internamente. Recomendamos que todos os clientes usem acessórios autorizados Samsung, projetados especificamente para produtos Samsung.

Explicou um porta-voz da Samsung.

Problema que se generaliza por outros Samsung

O problema poderia ser naquele smartphone especificamente. Contudo, Lisa também verificou o Samsung da irmã e aconteceu exatamente o mesmo quando equipado com o estojo.

O mais curioso é que Wes, marido da “vítima”, testou ambos os polegares e tudo funcionou sem qualquer problema. Navegou dentro do sistema operativo Android e não teve nenhum obstáculo de entrar em áreas mais restritas, onde tudo funcionou normalmente.

 

Formação Relacionada

segurança em risco

M. Vítor (2019) Capa de silicone de 3 euros para smartphone pode colocar a sua segurança em risco. Recuperado a 30 de Outubro de 2019 em https://pplware.sapo.pt/informacao/protetor-de-ecra-de-3-euros-para-o-smartphone-pode-colocar-a-sua-seguranca-em-risco/