Ataque informático à Dark Web eliminou mais de 6.500 sites

136 sites estavam relacionados com drogas, 109 com a comercialização de material contrafeito. Mais de 20 eram sobre armas e explosivos. Dois estavam escritos em português.

>ataque informático, dark web

Um dos maiores serviços de alojamento da Dark Web foi atacado esta semana. A investida às infraestruturas digitais da Daniel’s Hosting resultou na eliminação de 6.500 sites, e Daniel Winzen, o responsável pelo sistema de hosting, ainda não detetou a vulnerabilidade que permitiu o ciberataque.

“Infelizmente, todos os dados estão perdidos e, por definição, não há backups”, explicou o alemão.

De acordo com o Dark Owl, este ataque foi responsável pelo extermínio de mais de 30% dos portais ativos que se encontravam escondidos nas profundezas da dark web sob serviços como o Tor e o Invisible Internet Project. De acordo com o portal, dois dos sites mais velhos estavam escritos em português.

136 sites estavam relacionados com drogas, 109 com a comercialização de material contrafeito. Mais de 20 eram sobre armas e explosivos.

Apesar de ser um pilar da dark web, uma vez que era também um dos maiores arquivos de sites daquela zona da internet, o serviço de alojamento facilitou a disseminação de salas de chat alusivas à pornografia infantil, o que pode ter despontado o ataque.

Outra das teorias aponta para uma operação policial, mas nehuma delas foi comprovada até à data.

Formação Relacionada

ataque informático, dark web

(2018) Ataque informático à Dark Web eliminou mais de 6.500 sites. Recuperado a 28 de Novembro 2018,
de https://tek.sapo.pt/noticias/internet/artigos/ataque-informatico-a-dark-web-eliminou-mais-de-6-500-sites