550 mil utilizadores com aplicações com adware que “esgota” baterias

As aplicações conseguiram escapar ao escrutínio dos critérios de seleção da Google ao cumprir as funcionalidades que prometiam e ao utilizar táticas geralmente associadas a malware para se infiltrar na Play Store. A sua desinstalação é recomendada.

aplicações com adware que “esgota” baterias

Os investigadores da Bitdefender descobriram que existiam 17 aplicações na Google Play Store que “bombardeavam” o utilizador com anúncios, os quais esgotavam rapidamente a bateria do seu smartphone ou tablet. As aplicações enquadram-se no âmbito do Adware e utilizaram estratégias geralmente associadas a malware para se infiltrar na plataforma da gigante de Mountain View.

De acordo com a investigação, as aplicações que contavam ao todo com mais de 550.000 instalações conseguiram escapar ao escrutínio dos critérios de seleção da Google ao cumprir as funcionalidades que prometiam. Entre elas encontravam-se videojogos de corridas de automóveis assim como diversos utilitários. Após a descoberta, a Bitdefender notificou a empresa da Alphabet que já as removeu.

As aplicações utilizavam várias táticas para iludir os mecanismos de segurança da Google e assegurar a sua presença na Play Store. De acordo com os analistas da Bitdefender, as estratégias mais comuns incluíam esperar até quatro horas depois da instalação para começar a “bombardear” o utilizador com anúncios, “esconder” a sua presença no dispositivo após 48 horas ou ainda repartir o código da app por diversas pastas ou ficheiros. Embora tivessem um modo de funcionamento semelhante, os nomes dos seus criadores eram variados.

Os especialistas de segurança indicam também as aplicações encontradas na Play Store poderiam até tentar aceder a informações acerca do utilizador presentes nos dispositivos. A Bitdefender indica que apesar de as aplicações já terem sido removidas da plataforma da Google, estas podem ainda existir nos equipamentos dos utilizadores mais incautos. Assim sendo, os investigadores recomendam a sua desinstalação.

Formação Relacionada

aplicações com adware que “esgota” baterias

(2020) 550 mil utilizadores instalaram aplicações da Play Store com adware que “esgota” baterias. Recuperado a 27 Janeiro de 2020 em https://tek.sapo.pt/mobile/apps/artigos/550-mil-utilizadores-instalaram-aplicacoes-da-play-store-com-adware-que-esgota-baterias